Maria Luiza Vieira, André Moura e Pedro Egoroff vencem 1ª Seletiva do Sul Americano da Juventude

In RODEIOS e MONTARIAS
Maria Luiza Vieira, André Moura e Pedro Egoroff vencem 1ª Seletiva do Sul Americano da Juventude 41

Nata jovem do hipismo que se prepara para o Sul Americano da Juventude 2016 disputou, entre 22 e 24/4, a 1ª seletiva na Sociedade Hípica Paulista, que também será o local sede da competição. Brasil é franco favorito.

Nesse domingo, 24/4, na Sociedade Hípica Paulista, foram definidas as finais individuais da 1ª seletiva para formação das equipes brasileiras no Sul Americano da Juventude 2016 que acontece na mesma entidade no segundo semestre, entre 5 e 11/9. Estiveram em pista 30 conjuntos na categoria Mirim (12 a 14 anos – 1.20 metro, 28 na Pré-junior (14 a 16 anos – 1.30 metro) e Junior (14 a 18 anos – 1.40 metro) totalizando 87 inscrições. Todos os percursos foram idealizados pela course-designer internacional Lucia Faria Alegria Simões.

Na categoria Mirim, a vitória ficou com a amazona de São Paulo Maria Luiza da Silva Martha Vieira, de apenas 12 anos, montando Wonder Z. Na categoria Pré-junior, o mineiro André Fonseca Moura, 15, campeão americano mirim 2014 no Chile, garantiu o título na classificação geral montando Uniroyal de Thieusies. Finalmente, na categoria Junior, quem subiu ao topo do pódio foi Pedro Malucelli Egoroff, 15, campeão individual mirim na Copa das Nações nos EUA em 2014, apresentando Wangu Cooper, por São Paulo. Veja a seguir como ficaram os pódios finais nas três categorias.

Final Mirim com direito a desempate

Ao final da 3ª prova da categoria Mirim que teve 12 vencedores sem faltas, cinco jovens talentos vinham empatados na 1ª colocação com apenas um 4 pontos levando a primeira decisão do dia a um emocionante desempate. Sagrou-se campeão a amazona de Bauru e nova sócia da Hípica Paulista Maria Luiza da Silva Martha Vieira montando Wonder Z que cruzou a linha chegada sem faltas em 32s48. Também com pista limpa, em 34s01, Philip Greenlees com Eros B foi vice. Já o 3º posto ficou com Matheus Riginik Sant´Anna com Poete de Preuilly, um derrube, 31s36.

Otaviano Vilaça com WFH Madame Trousseau e Lys Katherine Park Kang com Macarena Tok fecharam com 8 e 12 pontos em 41s27 e 29s44 em 4º e 5º lugar. Na 6ª colocação aparece a amazona da casa Carolina Souza Chade com Corbella JMen, uma das vencedores da prova final e que fechou a seletiva com 8 pontos. Todos representando São Paulo.

Bom nível técnico na categoria Pré-junior

Na categoria Pré-junior, 9 conjuntos venceram a prova final e como na primeira prova foi caça (faltas convertidas em tempo) não houve empate. Na classificação final dois conjuntos fecharam com menos de uma falta (4 pontos). O mineiro André Fonseca Moura e seu Uniroyal de Thieusies computou apenas 1,24 pontos perdidos garantindo o topo do pódio. Também sem triscar na madeira, o campeão brasileiro mirim 2015 Thales Marino e Balla 12 foi vice com 2,4 pp, por São Paulo Em 3º lugar chegou o paulista Marcelo Gozzi, campeão brasileiro mirim 2014, montando Gucci, 4,58 pp.

Completaram o placar da 4ª à 6ª colocação a catarinense Gabriele Fontoura Berger com Quite Capitano, Thales, dessa feita, montando Coudeur JMen e a gaúcha Laura Tigre, campeã americana mirim 2015, apresentando Sam van Generheese, respectivamente, com 4,83, 6,42 e 7,03 pp.

A definição do pódio Junior

Na categoria Junior foram dois os vencedores sem faltas na prova final: a catarinense Amanda Santos com Intoyka, 4ª colocada no pódio final com 9,14 pp. Já o cavaleiro de Itu no interior paulista Pedro Egoroff zerou com suas duas montarias e foi campeão na classificação geral com Wangu Cooper e, de quebra, emplacou em 3º lugar com Bo PME, respectivamente, com 1,77 pp e 5,26 pp.

A vice-campeã americana junior 2015 Victoria Junqueira Ribeiro de Mendonça com Premix Una Bella 9 HV
foi vice totalizando 5,24 pp. Já na 5ª colocação aparece Lucas Teixeira Lima com Alpha Condor, seguido por Nicolle Pantoja Margeotto com Chap Lando Z, respectivamente, com 11,18 e 11,45 pp. Os três representando São Paulo.

Regras do jogo

No Sul Americano da Juventude, o Brasil contará com duas equipes em cada categoria – 4 titulares e 1 reserva. Lembrando que a cada seletiva da 1ª fase os candidatos à equipe podem descartar um resultado dentre as quatro pistas (exceto a primeira prova – caça para Pré-juniores e Juniores). Conjuntos candidatos a equipe devem obrigatoriamente participar de duas das quatro seletivas e depois do Campeonato Brasileiro entre 20 a 24/7 na Sociedade Hípica Paranaense. Já os Young Riders (16 a 21 anos) precisam concorrer somente no Campeonato Brasileiro. Também nesse mesmo final de semana, entre 22 e 24/4, jovens talentos da região norte nordeste e central saltaram a 1ª seletiva no Caxangá Golf & Country Club, em Recife. Vale lembrar que o Brasil é líder isolado em Campeonatos Sul Americanos da Juventude.

 

Carola May

You may also read!

#1 em alta no YouTube  Zé Neto e Cristiano lança música “Alô Ambev” 42

#1 em alta no YouTube Zé Neto e Cristiano lança música “Alô Ambev”

Zé Neto e Cristiano acabam de lançar a música “Alô Ambev”!  O videoclipe inédito da canção também está disponível

Read More...
Barra da Saia reúne grandes clássicos sertanejos em playlist especial 43

Barra da Saia reúne grandes clássicos sertanejos em playlist especial

– Seleção estará disponível a partir do dia 25/09 nas principais plataformas digitais –  Sempre com uma proposta moderna e

Read More...
Danilo Bottrel anuncia novo single “3G” 44

Danilo Bottrel anuncia novo single “3G”

Uma das vozes mais marcantes do sertanejo, Danilo Bottrell está cumprindo o período de pandemia no apartamento, em Goiânia

Read More...

Deixe um comentário:

Seu email não será publicado.

Mobile Sliding Menu