Definidas as comitivas que vão disputar a grande final da Queima do Alho em Barretos

In RODEIOS e MONTARIAS
Definidas as comitivas que vão disputar a grande final da Queima do Alho em Barretos 41

Foram definidas neste sábado (19) as comitivas que vão disputar a grande final da Queima do Alho na Festa do Peão de Barretos.Decisão acontece no próximo sábado (26) na Festa do Peão e vai reunir 20 grupos de todo o país

A seletiva foi aberta com o toque do berrante de Alceu, 38 vezes campeão de berrante no torneio de Barretos, e contou com 17 comitivas onde somente três garantiram vaga na decisão. Os grupos classificados foram: Comitiva Molina, de Franca-SP, com 28,8 pontos; Comitiva São Jorge, de Alexânia-GO, com 28 pontos; e Comitiva Molina, de Carapicuíba-SP, que teve 27,5 pontos.

O Concurso oficial acontece no próximo sábado (26), no Ponto de Pouso. Ao todo serão 20 comitivas na disputa. As três classificadas na seletiva e outras 17 que garantiram vaga somando mais pontos ao longo do ano no circuito nacional da queima do alho, disputado em várias etapas em cidades do país.

O coordenador do Concurso de Queima do Alho, João Paulo Martins, revelou que a grande final vai contar com uma comitiva montada para que o público veja e entenda como é a tradição sertaneja. “Isso (as comitivas), o Berrante e a viola que deu início a Festa (do Peão de Barretos) em 1956”, afirmou.

Segundo o coordenador, a luta agora é conseguir o reconhecimento oficial da cultura da queima do alho. “É uma satisfação para nós do clube Os Independentes. O intuito nosso é selar a queima do alho como patrimônio cultural imaterial nacional. Só falta a assinatura da Unesco. Quanto mais nós mantemos essa chama acesa, é que a gente vai conseguir isso”, concluiu.

Regras e história

O juiz de prova Chico Melo explicou que a disputa da queima do alho é definida em duas etapas. A primeira é avaliada a traia, que é a montaria, os cargueiros, todos os adereços da comitiva e os compartimentos que são carregados no lombo do burro. A segunda etapa é a degustação da chamada comida de estrada. O cardápio é composto por arroz carreteiro, feijão gordo, paçoca e carne na chapa.

Chico diz que o cardápio, as vestimentas e até o nome das comitivas são levados em conta para a participação no circuito. Segundo ele é uma forma de manter a tradição de muitas décadas em que os boiadeiros e fazendeiros traziam suas boiadas até a região de Barretos para o antigo frigorífico Ângulo, onde os animais eram abatidos. Na cidade também tinha uma ferrovia onde alguns animais eram embarcados e levados para abatedouros em outros estados.

“Aqui tem a história, essa estrada é um verdadeiro corredor boiadeiro”, afirmou. Ele conta que na espera para embarcar ou para abater a boiada, as comitivas cozinhavam a comida de estradão, cardápio da queima do alho. O membro de uma comitiva ia visitar outra e acabava provando a comida. “Um experimentou a comida do outro e falava: na minha comitiva a comida é boa, você precisa ver. Aí começou a disputa”, contou.

 

Phábrica de Ideias – Assessoria de Imprensa Os Independentes

You may also read!

TV Aparecida faz seleção especial de filmes em comemoração ao mês da Padroeira 42

TV Aparecida faz seleção especial de filmes em comemoração ao mês da Padroeira

Para a primeira quinzena de outubro, a TV Aparecida preparou um pacote de filmes com temática religiosa e mariana. A programação,

Read More...
Gilson e Gabriel gravam DVD em São Paulo 43

Gilson e Gabriel gravam DVD em São Paulo

O estúdio Mosh foi palco da nova produção da dupla Gilson e Gabriel acabam de gravar o primeiro DVD da

Read More...
Claudia Raia é a nova jurada do Talentos da TV Cultura 44

Claudia Raia é a nova jurada do Talentos da TV Cultura

Atriz participa das semifinais do concurso musical, ao lado de Fafy Siqueira, Bruno Fagundes e Alonso Barros, com apresentação

Read More...

Deixe um comentário:

Seu email não será publicado.

Mobile Sliding Menu