Campeonato Brasileiro da Juventude define cinco campeões e encerrou seletivas do Sul-americano

In RODEIOS e MONTARIAS
Campeonato Brasileiro da Juventude define cinco campeões e encerrou seletivas do Sul-americano 41

Carolina Chade, Maria Luiza Veira, Felipe Siqueira, Henrique Silva e Raffaella Salles são os campeões brasileiros na modalidade Salto em cinco categorias de alto rendimento. Comissão técnica da CBH observou a seletiva da nata jovem do hipismo rumo ao Sul-americano da Juventude 2019.

O Campeonato Brasileiro da Juventude 2018 agitou o Clube Hípico de Santo Amaro (SP) durante cinco dias, entre 10 e 14/7. Foram definidos cinco títulos nas categorias de base de alto rendimento: junior (14 a 18 anos) – 1.40m, pré-junior (14 a 16 anos) – 1.30 metro, mirim (12 a 14 anos) – 1.20 metro, pré-mirim (11 a 13 anos) – 1.10 metro e mini-mirim (8 a 11 anos), 1 metro, com ótima participação de 177 conjuntos (cavaleiro x cavaleiros) de nada menos que 14 estados brasileiros.

Ronaldo Bittencourt Filho, presidente da Confederação Brasileira de Hipismo, Caio Sérgio de Carvalho, diretor das categorias de base, e Pedro Paulo Lacerda, diretor de Salto, acompanharam de perto a disputa que também valeu como última seletiva e observatória para formação dos Times Brasil – dois por categoria – rumo ao Sul-americano da Juventude 2019, no Paraguai, entre 16 e 22/9. A primeira fase de seletivas contou com quatro concursos e a 2ª fase foi o Campeonato Brasileiro, faltando apenas o da categoria Young Riders (16 a 21 anos), a 1.45m, que acontece no Rio de Janeiro, entre 25 e 28/7.

“Achei o Campeonato Brasileiro muito bom e cada vez mostra mais a importância das seletivas. A gente observa que as seletivas preparam muito bem o pessoal para chegar ao Campeonato Brasileiro que, por sua vez, vale como prévia para o Sul-americano. Então eu acho que esse modelo tem dado muito certo”, ponderou Caio Sérgio de Carvalho, que acompanha a evolução e bem sucedida campanha da nata jovem do hipismo em Sul-americanos há mais de 10 anos. O Brasil é líder absoluto do quadro de medalhas na competição.

“Os resultados que temos conquistado vêm muito em função desse processo com boa armação e crescente grau de dificuldade dos percursos nas seletivas”, observa Caio, ex-cavaleiro olímpico e treinador de diversas gerações de campeões. “No Campeonato Brasileiro temos um confronto direto entre os cavaleiros e as mesmas características do Sul-americano e, por isso, a parte emocional já é totalmente diferente. Nas seletivas sempre é possível descartar um percurso e no Brasileiro não, assim podemos observar ainda melhor os conjuntos”, acrescentou o dirigente. “Agora a comissão da CBH já fez uma prévia do processo seletivo, vamos esperar o resultado oficial para ter certeza dos números e fazer uma avaliação final. Queremos soltar a convocação ainda antes do Brasileiro de Young Riders.”

Os campeões brasileiros junior, pré-junior, mirim, pré-mirim e mini-miri 2019

Vale destacar que os campeões brasileiros 2019 e demais classificados em sua grande maioria trazem na bagagem títulos em categorias anteriores e até na mesma, reafirmando a importância do trabalho junto às categorias de base e constante renovação na formação de novos cavaleiros e amazonas de ponta. Nas provas finais todas as disputas têm altura elevada em 5 centímetros.

Junior – A última grande final do Campeonato Brasileiro foi a categoria junior (14 a 18 anos), a 1.45 metro. Dos 18 conjuntos que disputaram a 1ª parcial, 16 foram para a terceira e última prova sob dois percursos. Ao final somente a paulista Carolina Chade, a Cacá, montando Flying High das Umburanas, garantiu duplo zero falta sagrando-se vencedora da prova e do campeonato sem um único derrube totalizando apenas 1,71 pontos perdidos (pp) trazidos da 1ª parcial.

Com essa conquista, Carolina, 16, acumula os títulos brasileiros mini-mirim 2014, o vice-campeonato sul-americanos mirim 2016, dois vice campeonatos brasileiros pré-junior 2017/2018 e agora o campeonato brasileiro pré-junior 2019. Carolina comentou sua conquista: “é fruto do trabalho de todos os dias, a dedicação e amor que eu tenho pelos cavalos e tudo que eu gosto. Então é muito bom ver todo o esforço e amor sendo recompensado nos resultados. Agora minha próxima grande meta é o Sul-americano.”

Caio Sérgio de Carvalho comentou o resultado categoria. “Aqui no Brasileiro o resultado foi muito bom e acredito que teremos equipes fortes em condições de brigar por medalha no Sul-americano. Alguns juniores não participaram das seletivas e optaram durante o ano participar em GPs nacionais, o que também é dificil “, destacou o dirigente.

Pré-junior – Alto nível técnico marcou a final da categoria pré-junior (14 a 16 anos), a 1.35 metro. Dos 51 conjuntos na 1ª parcial, 31 disputaram a final e nada menos que quatro conjuntos fecharam com menos de 1 falta. Sagrou-se campeã a amazona do interior paulista Maria Luiza da Silva Martha Viera, a Malu, campeã sul-americana pré-junior 2018, conquistando seu primeiro título brasileiro. Malu montando Arica du Caillou, que está com a amazona há cerca de dois anos e meio, fechou o campeonato com apenas 0.64 pontos perdidos (pp), trazidos da 1ª prova em que ficou na 6ª colocação.

“Muitos atletas da categoria pré-junior, recém subiram de categoria e foram super bem. Nós vamos formar duas equipes de cinco integrantes, mas pelo nível poderiam ser até três equipes”, elogiou Caio Sérgio.

Mirim – Dos 30 conjuntos, 19 foram a terceira e última prova da categoria mirim (12 a 14), a 1.25 metro. Entre os cinco conjuntos que vinham zerados após 2ª parcial, dois mantiveram-se sem faltas após o 2º percurso da prova final: Felipe de Mello Siqueira Ferreira com CS Witch e Camila Junqueira Ribeiro de Mendonça montando Impressiv JMen, ambos representando São Paulo.

Camila, 14, campeã paulista pré-mirim 2018 e mirim 2019, com Impressive JMen abriu o desempate com percurso limpo em 30s46, resultado que viria a lhe garantir o vice-campeonato. Depois Felipe, 14, campeão sul-americano pré-mirim 2018, partiu com tudo e em atuação perfeita com CS Witch conquistou o título brasileiro conduzindo CS Witch, pista limpa, 29s30.

“Esse ano tivemos um pessoal muito bom subindo para a categoria mirim e na primeira seletiva, a gente achava até que seria difícil formar uma equipe boa. Hoje temos duas equipes a serem formadas com quantidade de cavaleiros suficiente e muito bons.”

Pré-mirim – Dos 34 que largaram na 1ª parcial da categoria Pré-mirim (11 a 13 anos), 22 habilitaram-se para a Final individual, a 1.15 metro. Após a 2ª parcial, quatro estava zerados, mas final da 3ª prova teve desempate na corrida pelo título entre quatro jovens talentos com 4 pontos. Sagrou-se campeão mineiro Henrique Dias Renno Silva montando Oracle Tok, sem faltas, 31s25.

“Na primeira seletiva pré-mirim em Curitiba, eu achei que o nível estava fraco. Agora aqui no Brasileiro, os cavaleiros e amazonas já estão totalmente diferentes. Os quatro primeiros do Brasileiro também foram os quatro primeiros da seletiva. Então as seletivas realmente prepara muito bem”, observou Caio Sérgio.

Mini-mirim – Dos 44 conjuntos que largaram na 1ª parcial 28 foram para a final individual, a 1.05 metro. Sete mantiveram-se zerados após a 3ª prova, levando a decisão a um emocionante desempate em que o tempo ideal – 43 segundos – foi mantido oculto. Cinco conjuntos voltaram a zerar no desempate e ao final com tempo revelado a amazona de São Paulo Raffaella Frugoli de Salles, 10, comemorou seu primeiro título brasileiro. Montando MC Fortuna Lutz, a amazona que fazia volteio desde os dois anos e passou a saltar aos 8 anos, registrou 43s03, o que lhe rendeu uma aproximação ao tempo de ideal de 0s3 e a vitória.

Final Junior
Campeã Carolina Souza Chade / Flying High das Umburanas – FPH – 1,71 pp
Vice Sarah Azevedo Pimenta da Costa / Gentle Z – FPH – 5,11 pp
3º Pedro Malucelli Egoroff / Umeunig Z – FPH – 12 pp
4º Thales Gabriel de Lima Marino / Deauville – FPH – 12,57 pp
5º Lys Katherine Park Kang / Macarena Tok – FPH – 13,26 pp
6º Laura Bosquirolli Tigre / Fleur de Vauxelles – FGEE – 16,99 pp

Final Pré-junior
Campeã Maria Luiza da Silva Martha Vieira / Arica du Caillou – FPH – 0.64 pp
Vice Otaviano Vilaça / Azarro du Sartiau – FPH – 0.9 pp
3º João Marcelo Monte Santos / Belina de Amoranda – FEP – 1.51 pp
4º Monique Hubner Busato / Berlin H – FPrH – 2,96 pp
5º João Marcelo Monte Santos / By Ranna Lord Pequin – FEP – 4,49 pp
6º João Pedro de Almeida Chaves / Cuantica Loar – FEP – 4,53 pp

Final Mirim
Campeão Felipe de Mello Siqueira / CS Witch – FPH – 0 pp – 0/29s30
Vice Camila Junqueira Ribeiro de Mendonça / Impressiv JMen – FPH – 0 pp – 0/30s46
3º Isadora Pastore Resende Vilela / Sil For – FPH – 4 pp – 0/31s32
4º Enzo Toque / Cantana Beerqquie – FPH – 4 pp – 0/33s40
5º Felipe de Mello Siqueira Ferreira / Silver Sea 3K – FPH – 4 pp (não saltou)
6º Gabriela de Melo Vieira / Cantara G – FHBr- 8 pp

Final Pré-mirim
Campeão Henrique Dias Renno Silva / Oracle Tok – FHMG – 4 pp – 0/31s35
Vice Carol Sztamfater Chocolat / Chiya Z- FPH – 4 pp – 0/32s68
3º Giullia Atrasas Bolson / SL Balli – FHBr – 4 pp – 0/35s31
4º Nina Flausino Alves de Oliveira / Cancionera JMen – FHBR – 4 pp – 8/34s46
5º Isabelle Carvalho Sportiello / Flitzi – FEERJ – 8 pp
6º Barbara Thome Fischer / Haras Fischer Dhara – FCH – 8 pp

Final Mini-mirim
Campeã Raffaella Frugoli de Salles / MC Fortuna Lutz – FPH – 0 pp – 0/43s03
Vice Clara Duque Poggi / Special Ben – FPH – 0 pp – 0/43s31
3º Theo Seebacher Branco Jordão / Kaluia – FEERJ – 0 pp – 0/41s58
4º Maria Fernanda Pacheco / Polo Black – FPrH – 0 pp – 0/41s13
5º Natalia Angeli Freitas / Madame Lili – FPrH – 0 pp – 4/42s88
6º Filippo Colli / Iz Baronesa – FCH – 0 pp – 4/41s15

Resultado completo. 

Imprensa CBH

Carola May
Rute Araújo

You may also read!

Alex Fava lança clipe de “Então vai” após resultado expressivo em chegada às rádios do Brasil 42

Alex Fava lança clipe de “Então vai” após resultado expressivo em chegada às rádios do Brasil

Em vídeo, cantor resume uma história muito conhecida por diversos casais. Final gera dúvida nos expectadores. Confira Assista aqui: “Então vai”

Read More...
Brahma apresenta em primeira mão novo álbum de Jorge & Mateus, com músicas inéditas e première especial 43

Brahma apresenta em primeira mão novo álbum de Jorge & Mateus, com músicas inéditas e première especial

Trabalho chamado de Tudo em Paz vai ser revelado pela marca nesta quinta-feira no canal do YouTube dos artistas Uma

Read More...
Best Festival Digital apresenta festival online com artistas gaúchos 44

Best Festival Digital apresenta festival online com artistas gaúchos

Projeto cultural será transmitido pelo YouTube nesta quinta e sexta-feira   Nesta semana, dias 22 e 23 de abril (quinta e

Read More...

Deixe um comentário:

Seu email não será publicado.

Mobile Sliding Menu