Destaque no Ferrari World, em Abu Dhabi, Pepé Jardim representou o Brasil em festival de circo na Bielorússia

In TV e FAMOSOS
Destaque no Ferrari World, em Abu Dhabi, Pepé Jardim representou o Brasil em festival de circo na Bielorússia 41

Artista participou da segunda edição do “Minsk International Festival of Circus Arts”, que aconteceu de 19 a 22 de setembro

Depois de três anos fazendo parte do corpo artístico do Ferrari World, um dos maiores parques de diversões temáticos do mundo, Pepé Jardim, o Palhaço Pepé, retorna ao Brasil, seu país de origem, nos próximos dias, após representar o Brasil na segunda edição do “Minsk International Festival of Circus Arts”, na Bielorússia. O festival reuniu cerca de 100 artistas de países como Estados Unidos, México, Chile, China, Austrália, Etiópia, Israel, República Popular Democrática da Coréia, Romênia, Moldávia, Ucrânia, Cazaquistão, Rússia e Bielorrússia, e contou com 26 atos em dois programas distintos. Pepe Jardim também participou do show de gala, no encerramento do evento, no domingo (22).

 

Com 32 anos de idade e 20 anos de carreira, Pepé sempre se dividiu entre o Circo Spacial, onde nasceu e pertence à sua família há mais de 30 anos, e suas experiências internacionais por picadeiros nos Estados Unidos, México, Havaí, Arábia Saudita e Canadá. Paulistano e nascido no circo, ele se adaptou à vida itinerante desde criança.

Com um vasto repertório adquirido nos países onde já trabalhou, Pepé Jardim não usa nenhuma palavra durante seu espetáculo. A pouca maquiagem, roupas escuras e performances sincronizadas com músicas e efeitos sonoros, provocam no público algumas reflexões e boas gargalhadas.

Além dessa viagem, ainda em 2019, o artista encara mais dois grandes desafios e vai representar o Brasil em um Festival Internacional na Alemanha e se apresentar em uma temporada do Circo de Inverno. Para Pepé, alcançar e manter uma projeção internacional é algo que está diretamente ligado à valorização da arte circense no mundo.

“Tem muito circo por aí que a gente não escuta falar, mas está enchendo a casa. O circo já passou e ainda vai passar por muita coisa. A certeza que eu tenho é que ele sempre estará vivo”, conta Pepé.

Sobre Pepé Jardim

Paulistano e criado nos picadeiros, Pepé sempre trabalhou nos bastidores até que, aos 13 anos de idade, teve uma experiência durante um espetáculo e se descobriu palhaço.

“Eu sempre fiz posição de apoio: contrarregra, vendendo algodão-doce, eu entrava ao lado do meu pai como apresentador mirim, coisa simples do circo que você vai entrando no contexto. Em vários momentos, eu quis, em outros foi pela necessidade do circo”, relembra o artista.

“Nunca fiz um curso de palhaço. Trinta por cento do conhecimento do palhaço é conviver com mestres. É o conhecimento que você herdou. Existe pouca literatura sobre palhaços. Tem, no máximo, 20 livros no Brasil. O resto é tentativa e erro no picadeiro”, explica. “Eu espero ser palhaço para o resto da vida, mas espero trabalhar em outras áreas. Já dirigi, trabalhei roteiros, peças.”

Carlos Guerra (setembro/2019) – Assessoria de Comunicação

You may also read!

Fiduma & Jeca caem em golpe junto com Guilherme & Benuto em "Golpe Sem Roupa" 42

Fiduma & Jeca caem em golpe junto com Guilherme & Benuto em “Golpe Sem Roupa”

A faixa chega às plataformas digitais nesta sexta-feira (30), acompanhada de videoclipe   A dupla Fiduma & Jeca, que está constantemente

Read More...
Conheça a "Pegada Diferente" de Raffa Augusto 43

Conheça a “Pegada Diferente” de Raffa Augusto

EP chega hoje, 30, nas plataformas digitais, reúne quatro canções inéditas e mostra um cantor desinibido e maduro com

Read More...
Thaeme e Thiago divulgam EP com faixas inéditas do projeto audiovisual gravado em São Paulo 44

Thaeme e Thiago divulgam EP com faixas inéditas do projeto audiovisual gravado em São Paulo

QUÍMICA contou com as participações de Jorge (da dupla com Mateus), Henrique e Diego, Gustavo Mioto, Tayrone e Gaab Nesta

Read More...

Deixe um comentário:

Seu email não será publicado.

Mobile Sliding Menu