Seja Bem Vindo - 20/07/2024 01:05

 “Aparecida Sertaneja” destaca clássicos de Sérgio Reis e outros grandes artistas

 Programa ainda inclui canções de Zezé Di Camargo e Luciano e João Paulo e Daniel

No “Aparecida Sertaneja” desta segunda-feira (5/2), às 19h30, Mariangela Zan vai receber alguns intérpretes para participar do quadro “Clássicos Sertanejos”, que nesta semana vai homenagear Sérgio Reis, Zezé Di Camargo e Luciano, e João Paulo e Daniel.

Aparecida Sertaneja  "Aparecida Sertaneja" destaca clássicos de Sérgio Reis e outros grandes artistas


Para cantar sucessos de Sérgio Reis, o programa da TV Aparecida recebe o cantor Paulo Leite, conhecido pelo timbre de voz semelhante ao de Serjão. O artista gravou seu primeiro disco no início da década de 1990. Um de seus trabalhos mais recentes é o “Tropas e Boiadas”. No ano passado, Paulo lançou a canção “Minha Sogra Vai Chegar”, em parceria com o ídolo Sérgio Reis.

Aparecida Sertaneja  "Aparecida Sertaneja" destaca clássicos de Sérgio Reis e outros grandes artistas


Já para homenagear Zezé Di Camargo e Luciano, a atração terá a presença da dupla Dilmar e Diogo. O duo é formado por dois jovens talentosos de Goiânia, com voz que lembra muito Zezé e Luciano. Nas redes sociais, eles cantam grandes sucessos da música sertaneja.

Aparecida Sertaneja  "Aparecida Sertaneja" destaca clássicos de Sérgio Reis e outros grandes artistas


E para interpretar clássicos de João Paulo e Daniel, o “Aparecida Sertaneja” convidou Santiago Lima. Cantor sertanejo da cidade de Sinop (MT), com grande amor pela música sertaneja raiz, influenciado pelo avô violeiro. Ele ganhou a primeira viola caipira aos 12 anos e começou a apresentar-se pelo estado com seu pai.

O programa desta semana ainda terá o quadro “No Som da Viola”, com a presença da dupla Ana Paula e Carine Viola, irmãs violeiras de Itapeva (SP). Elas cresceram na roça com muita referência de música caipira de raiz e são conhecidas como “As Brutas da Viola”.

Também participa do quadro Léo Pratta, cantor sertanejo e violeiro de Indaiatuba (SP), com repertório recheado do melhor do sertanejo raiz e modas de viola. E por fim, o cantor e violeiro Ronchini, que carrega consigo grande gosto pela música desde a infância, além de saber tocar violão e viola caipira. Com seu timbre grave e marcante, visa valorizar a música tradicional sertaneja.

“Aparecida Sertaneja”, segunda-feira, às 19h30

Vera Jardim


Posts Recentes