Seja Bem Vindo - 13/07/2024 05:00

Brasil fica no top 10 do Enduro Equestre na Arábia Saudita

Competição recebeu representantes de 50 países; montados em cavalos da raça Árabe, brasileiros ficaram com a 6ª e 7ª colocações

Por Natália de Oliveira/Agência Cavalus

Fotos: Reprodução/Internet

Atletas brasileiros alcançaram um feito inédito na Fursan Cup 2024. O evento foi sediado em Alula, na Arábia Saudita, no dia 11 de fevereiro. Os cavaleiros ficaram no top 10 do Enduro Internacional, pela categoria CEI 3* 160 km, organizada pela Comissão Real para Al Ula (RCU), em colaboração com a Federação Equestre Internacional (FEI) e a Federação Equestre da Arábia Saudita (SAEF).

Mais de 260 cavaleiros de elite, representando 50 países, participaram deste prestigiado evento mundial de Enduro Equestre, estabelecendo um novo recorde no número de nações participantes. Com prêmios que superaram R$ 23 milhões, a Fursan Cup atraiu alguns dos mais talentosos cavaleiros internacionais e foi reconhecida como o Try Out do Mundial de 2026.

Monica Graziano 318 e Renato Salvador 319 Easy Resize.com | Planeta Country
Mônica Graziano (318) e Renato Salvador

O cavaleiro brasileiro Renato Moraes Salvador Silva, montando o animal Puro Sangue Árabe Uzes Trio, ambos representantes do Haras Trio, da cidade de Confins (MG), conquistou o 6º lugar da competição. Seguindo de perto, o conjunto formado por Mônica Pinto Lima Graziano e a égua PSA Proeza do Bom Viver, também se destacou, terminando a prova em 7º lugar.

Salvador descreveu a prova como desafiadora, ressaltando as dificuldades do percurso: “O local é espetacular em termos de belezas naturais, mas a trilha é muito difícil. Normalmente, as provas no deserto são planas. Mas, lá não. Montanha, areião e pedras nas partes mais planas, muita pedra. Daí o grande número de eliminações (42 conjuntos)”, explica o brasileiro.

Brasil é destaque mundial no Enduro Equestre

Renato enfatiza a importância do desempenho brasileiro na competição da Arábia Saudita, ressaltando a presença de 50 países e renomados cavaleiros. “Fiquei feliz com a colocação, comprovando que o trabalho que estamos fazendo está dando resultados. Trabalho de equipe sempre. O cavalo está em Dubai sob os cuidados e treinamento de Mônica Graziano e Mário Castro”.

Para o cavaleiro, Uzes Trio é um destaque das pistas de Enduro, contribuindo para promover o cavalo Árabe brasileiro globalmente. “O desempenho dos cavaleiros brasileiros nesta competição internacional evidencia o crescimento e a competitividade do Enduro Equestre no Brasil, além de reforçar a qualidade e o potencial dos cavalos da raça Árabe criados no país”, finaliza.

Para mais informações sobre o cavalo Árabe, acesse www.abccarabe.com.br ou siga a Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA) nas redes sociais: @abccarabe.

Posts Recentes