Seja Bem Vindo - 20/07/2024 00:35

Morre aos 41 anos o cantor sertanejo João Carreiro após cirurgia no coração

Na quarta-feira (3), morreu o cantor sertanejo João Carreiro aos 41 anos de idade. O artista não resistiu às complicações de uma cirurgia no coração. A informação foi confirmada pelo perfil oficial do artista no Instagram.

Nas redes sociais, onde tinha 895 mil seguidores, ele mostrava detalhes de sua rotina com humor. Antes do procedimento, por exemplo, ele fez um vídeo brincando na sala pré-operatória. Nas imagens, ele conversa com a mulher, Francine Caroline, descontraidamente, e brinca com a roupa que usará durante a cirurgia.

João Carreiro Morre aos 41 anos o cantor sertanejo João Carreiro após cirurgia no coração

“Se eu ’empacotar’, não quero saber dessa roupinha aqui. Não combina muito comigo isso aqui. É de florzinha”, disse ele, entre risos, em tom de brincadeira. Em seguida, o cantor explica que ficaria afastado dos palcos por uns tempos, pois seria submetido a uma cirurgia cardíaca em poucos minutos.

Na quarta-feira (3), A esposa do cantor, Francine Caroline, postou vídeos e comentários nas redes sociais quando o marido ainda estava na sala de cirurgia.

“O coração dele já está funcionando sozinho, com a nova válvula. Começaram o procedimento para fechar a cirurgia”, comentou Francine em sua conta no Instagram, por volta das 17h de quarta-feira. A esposa de João voltou cerca de duas horas depois pedindo orações pelo marido. Durante a madrugada, Francine escreveu: “Minha vida me deixou”.

Segundo o comunicado oficial, o velório do artista será realizado nesta quinta-feira (4), na Câmara Municipal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Posteriormente, o corpo será encaminhado para Cuiabá, cidade natal de João, no Mato Grosso.

Ao saber do óbito, o ex-companheiro de palco lamentou nas redes. “Ninguém, além de nós, saberemos o que vivemos”.

João Carreiro Morre aos 41 anos o cantor sertanejo João Carreiro após cirurgia no coração

João Carreiro nasceu em 24 de novembro de 1984 em Cuiabá, no Mato Grosso. De acordo com o Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira, plataforma que pesquisa e divulga dados sobre artistas nacionais, o início da jornada musical de Carreiro aconteceu com apresentações em bares e eventos universitários. O sucesso, especialmente entre o público mais jovem, viria a partir de 2009, com o lançamento do álbum “Os Brutos do Sertanejo” (Som Livre), que gravou em dupla com Hilton Cesar Serafim, o Capataz.

No álbum estão registradas canções de sua autoria como “Faculdade da Pinga”, “Descartável”, “Eu só Sei te Amar” e “Campo Grande/Cuiabá”. Também presente no CD de 2009, criada em co-autoria com Jadson, a música “Bruto rústico e sistemático” entrou para a trilha sonora da novela da TV Globo “Paraíso” (2009).

A dupla original com Capataz teve fim em 2013, quando João Carreiro fez uma pausa na carreira para tratar de problemas de saúde. O retorno aos trabalhos artísticos aconteceria cerca de três anos depois.

Em colaboração com Jads & Jadson, Carreiro lançou em 2018 o álbum “Brutos de verdade”, também pela Som Livre. No CD, o artista participou de faixas como “Não Toco Não” e “Anjo Caipira”.

Na plataforma de streaming de músicas Spotify, João Carreiro conta com 1,8 milhões de ouvintes mensais. Entre as canções mais populares, estão “Bagulho é Loco Mano”, registrado ao vivo em um de seus últimos álbuns (“Ao Vivo em Campo Grande, Pt 1”) e “Quadros”, música gravada em colaboração com a dupla Fiduma & Jeca em 2015.

Posts Recentes