Diretor de cinema lista 10 filmes country modernos para os apaixonados pelo estilo

In TV e FAMOSOS
Diretor de cinema lista 10 filmes country modernos para os apaixonados pelo estilo 41

Iniciando a produção de mais um longa, Gui Pereira dá dicas de inspirações para “Sistema Bruto”

As produções cinematográficas countries já são, há muito tempo, líderes de audiência e bilheteria nos Estados Unidos. Aqui no Brasil a história não é diferente, trazendo em sua essência a música de raiz, o sertanejo, filmes como “Coração de Cowboy” ganham os corações dos apaixonados pelas músicas caipiras e pela simplicidade da vida no campo. Pensando nisso, o diretor de Coração de Cowboy, Gui Pereira, já está escrevendo o roteiro de mais um grande sucesso inspirado na vida country, o longa “Sistema Bruto” com início de gravações marcadas para o primeiro semestre de 2020. E para esquentar o clima e aumentar ainda mais a curiosidade, o diretor e fundador da Dodô Filmes, selecionou 10 filmes country modernos com a mesma pegada de “Sistema Bruto”, será que é possível encontrar algum spoiler neles? Só assistindo para saber, confira a lista abaixo:

1 – Agarre-me se Puderes (Smokey and the Bandit)

Bo Darville, “Bandit” (Burt Reynolds), é um contrabandista perseguido por Buford T. Justice (Jackie Gleason), um xerife, pois Bandit fez uma aposta de que levará um carregamento da cerveja Coors de Texarkana, Texas, até Atlanta. Se conseguir recebe 80 mil dólares, mas o transporte tem de ser feito em 28 horas, o que significa um trajeto de ida e volta de 3000 quilômetros. É importante lembrar que na época era ilegal vender a Coors a leste do Texas sem uma permissão especial. Além disto Bandit dá carona para Carrie (Sally Field), que resolve escapar de um casamento indesejado com Junior (Mike Henry), o filho do xerife. Os caminhoneiros resolvem ajudá-lo e, para atrapalhar na perseguição, colocam um comboio de caminhões no caminho.

2 – Dias de Trovão (Days of Thunder)

Cole Trickle (Tom Cruise) é um jovem piloto de stock car que tem muito talento, mas nenhuma idéia de como canalizar este dom para obter vitórias. Porém, as coisas mudam quando Tim Daland (Randy Quaid) incumbe Harry Hogge (Robert Duvall), um veterano piloto de stock car, a construir um carro e contratar Cole para dirigi-lo. A partir de então Harry precisa passar para Cole sua filosofia de vitória e ensiná-lo como transformar seu talento cru em sucesso. Cole imediatamente entra em conflito com Rowdy Burns (Michael Rooker), o piloto mais badalado do circuito, mas esta rivalidade acaba criando um acidente, que manda ambos para o hospital. Por causa dos seus ferimentos, Rowdy é forçado a abandonar a competição. Sem seu principal rival para atormentá-lo, Cole acelera em direção de Claire Lewicki (Nicole Kidman), uma atraente médica que supervisiona a recuperação de Cole. A saúde de Cole é restabelecida, ele começa a correr novamente e parece que agora ele está fadado para o sucesso, mas tem que competir contra Russ Wheeler (Cary Elwes), que não quer apenas derrotar Cole, mas deixá-lo incapacitado para sempre.

3 – Cowboy do Asfalto (Urban Cowboy)

John Travolta é Bud Davis, operário de uma refinaria no Texas que, à noite, troca seu capacete por um chapéu e vai para o Gilley’s, principal ponto de encontro de Houston. Lá, Bud conhece a bela dançarina Sissy (Debra Winger), para a qual terá a chance de provar ser um verdadeiro cowboy quando um perigoso ex-condenado (Scott Glenn) tentar roubar o bar da cidade e o coração de sua amada.

4 – Os Gatões (The Dukes of Hazzard)

No Condado de Hazzard, no interior do estado da Geórgia, Tio Jesse (Denver Pyler), comanda um rancho onde ele produzia e comercializava uísque clandestino. Ele contava com a ajuda dos sobrinhos Bo Duke (John Schneider) e Luke Duke (Tom Wopat) e da bela sobrinha Daisy (Catherine Bach). Os quatro viviam suas aventuras pelo rancho e o comercio andava bem, até serem descobertos pela polícia.

5 – Ricky Bobby – A Toda Velocidade (Talladega Nights: The Ballad of Ricky Bobby)

Ricky Bobby (Will Ferrell) sempre sonhou em dirigir em alta velocidade, igual ao seu pai, Reese Bobby (Gary Cole), que deixou a família para seguir o sonho de ser piloto de corridas. Ricky entrou para o automobilismo como “operador de macaco” do piloto Terry Cheveaux (Adam McKay), estreando acidentalmente como piloto quando Terry fez uma parada não-programada em uma corrida para comer um sanduíche de frango. O estilo agressivo de Ricky faz com que logo se torne um ídolo nacional, tendo o apoio de seu chefe de equipe Lucius Washington (Michael Clarke Duncan), seu co-piloto e amigo de infância Cal Naughton Jr. (John C. Reilly) e o trio de técnicos formado por Herschell (David Koechner), Kyle (Ian Roberts) e Glenn (Jack McBrayer). Todos defendem a escuderia Dennit Racing, chefiada pelo milionário Dennit (Pat Hingle), cujo filho Larry (Greg Germann) nutre uma profunda inveja de Ricky. Porém tudo muda quando uma colisão na corrida faz com que Ricky seja enviado ao hospital. Sua carreira e esposa são tomadas pelo agora ex-amigo Cal e Ricky desiste do automobilismo, levando seus filhos Walker (Houston Tumlin) e Texas Ranger (Grayson Russell) para serem criados por sua mãe (Jane Lynch) em sua cidade-natal. Notando a tristeza do filho, a mãe de Ricky decide ajudá-lo, a contragosto, a voltar às pistas. Para tanto pede a ajuda de Reese, que decide ajudar o filho a perder o medo de dirigir, que passou a ter após o acidente.

6 – Hooper: O Homem das Mil Façanhas (Hooper)

O veterano dublê Sonny Hooper, conhecido entre os profissionais de cinema do país como “o maior dublê vivo de Hollywood”, trabalha em um filme estrelado por Adam West (o fictício The Spy Who Laughed At Danger). O exigente e egoista diretor Roger Deal planeja uma série de cenas de ação perigosas, que farão com que Hooper tenha que mostrar toda a sua capacidade. Porém, ele não se encontra bem fisicamente, com risco de ficar paralítico por causa de um problema na espinha dorsal. Mas não quer desistir, ainda mais quando o diretor contrata o jovem e ambicioso dublê “Ski”, que quer se firmar no ramo superando Hooper e não percebe os riscos que terá pela frente.

7 – Jeito de Cowboy (Cowboy Way)

Pepper Lewis e Sonny Gilstrap são duas estrelas de rodeios e amigos de infância, que viajam do Novo México até Nova Iorque para procurar o amigo e mentor, Nacho Salazar. Ao longo do caminho, eles conhecem muitos aspectos que a big apple oferece de maneira única: os crimes de rua, a indústria da moda, a alta sociedade, etc.

8 – 8 Segundos (8 Seconds)

Conheça a história trágica de Lane Frost, um rapaz de Oklahoma que chegou à fama como campeão de rodeio profissional na década de 1980. Para permanecer sobre um touro enfurecido, segurando com apenas uma mão, assim como na vida, são necessárias, nas mesmas proporções, habilidade, coragem, sorte e determinação.

9 – Footloose (Footloose)

Ren MacCormack (Kenny Wormaid) vai morar com os tios em uma cidade do interior, após a morte da mãe. Apaixonado pela dança, ele enfrenta problemas com o reverendo Shawn Moore (Dennis Quaid), que baniu a dança da cidade devido a um grave acidente.

10 – Á Prova de Morte (Death Proof)

Ao cair da noite, Jungle Julia (Sydney Tamiia Poitier), a DJ mais sexy de Austin, pode enfim se divertir com as suas duas melhores amigas. As três garotas saem noite adentro, atraindo a atenção de todos os freqüentadores masculinos dos bares e boates do Texas. Mas nem toda a atenção é inocente. Cobrindo de perto seus movimentos está Stuntman Mike (Kurt Russell), um rebelde inquieto e temperamental que se esconde atrás do volante do seu carro indestrutível.

Com produção da Dodô Filmes, “Sistema Bruto” contará a história de duas inseparáveis amigas que vivem a vida em alta velocidade e formam uma dupla apaixonada pela música sertaneja. O roteiro já está sendo escrito pelo diretor e fundador da Dodô Filmes, Gui Pereira, que contará ainda com a colaboração de Denis Nielson. A trilha sonora de Luccas Lima já está confirmada e Giulia Nassa, Guile Branco, Enrico Lima e Thais Pacholek estão com seus personagens sugeridos no longa.

Sobre Gui Pereira

Gui Pereira nasceu em São Paulo, e desde cedo já desenvolveu uma paixão pelo cinema. Desde a adolescência, ele aprimorou suas técnicas de ‘Stop-Motion’ e seus curtas começaram a ter um destaque maior no circuito underground. Aos 14 anos de idade, começou a dirigir clipes para bandas em início de carreira. Aos 17 anos, fez um curso na renomada New York Film Academy, onde teve a certeza de que queria ser um cineasta pelo resto da vida. Ele se formou pela Los Angeles Film School em 2010 e fez uma Pós na Art Institute of California, onde se formou em 2012. Seus trabalhos em curta-metragem foram selecionados e premiados em diversos festivais no mundo todo.

O mais recente trabalho de Gui Pereira é o ‘Coração de Cowboy’, seu primeiro em longa-metragem, que estreou em todo o Brasil em setembro de 2018. Com distribuição da O2 Play, o filme já coleciona diversos prêmios, entre eles: melhor filme no Scruffy City Film and Music Festival, premiação que aconteceu em Knoxville, no Tennessee, e também elegeu Gabriel Sater como melhor ator por sua atuação no filme; melhor filme no Jukebox International Film Festival; e melhor do festival, melhor longa, melhor estrangeiro e melhor roteiro no Desert Rocks International Film and Music Festival; melhor trilha sonora e melhor diretor no Moscow Indie Film Festival na Rússia, além de Thaís Pacholeck e Jackson Antunes levarem os prêmios de melhores atores coadjuvantes no Los Angeles Brazilian Film Festival.

 

Informações para a imprensa

Novità Comunicação Estratégica – assessoria Gui Pereira

You may also read!

TV Aparecida faz seleção especial de filmes em comemoração ao mês da Padroeira 42

TV Aparecida faz seleção especial de filmes em comemoração ao mês da Padroeira

Para a primeira quinzena de outubro, a TV Aparecida preparou um pacote de filmes com temática religiosa e mariana. A programação,

Read More...
Gilson e Gabriel gravam DVD em São Paulo 43

Gilson e Gabriel gravam DVD em São Paulo

O estúdio Mosh foi palco da nova produção da dupla Gilson e Gabriel acabam de gravar o primeiro DVD da

Read More...
Claudia Raia é a nova jurada do Talentos da TV Cultura 44

Claudia Raia é a nova jurada do Talentos da TV Cultura

Atriz participa das semifinais do concurso musical, ao lado de Fafy Siqueira, Bruno Fagundes e Alonso Barros, com apresentação

Read More...

Deixe um comentário:

Seu email não será publicado.

Mobile Sliding Menu